CONTACTOS

Tel: (+351) 918 483 143

E-mail: destravalinguas.saude@gmail.com

HORÁRIOS 

Segunda a Sexta: 09:00 – 20:00

​Sábado: 09:00 - 18:00

Lisboa | Campo Grande

Oeiras | Queluz de Baixo

 REDES SOCIAIS

  • Facebook

DestravaLinguas.saude/

  • Instagram

destrava_linguas_terapiadafala/

© 2019 por Destrava Línguas, Lda

Psicologia

O que é a Psicologia Clínica?

A Psicologia Clínica é um método de intervenção que privilegia a existência de uma relação terapêutica entre o psicólogo e a pessoa que vem fazer terapia (criança, adolescente, jovem, adulto ou idoso). Neste sentido, o psicólogo clínico está capacitado com ferramentas técnicas que lhe permitirão referenciar e descodificar o que lhe é trazido como sofrimento, mal-estar ou desadaptação.

Acontece através de um atendimento individualizado, personalizado e prático para a pessoa que precise de se adaptar à sua realidade ou situação específica, com base numa relação de confiança, aceitação e compreensão que se foca nos aspectos internos da pessoa.

 

Porquê a Psicoterapia de vertente Psicanalítica?

A psicoterapia psicanalítica é um método terapêutico que incide na estrutura interna da pessoa e cuja eficácia no campo da saúde tem vindo a ser demonstrada pela investigação científica a nível internacional.

Tem-se verificado que o foco específico numa redução de sintomas e numa alteração de comportamentos poderão não ser suficientes para sustentar uma melhoria significativa e duradoura na pessoa. Os sintomas podem alterar-se, desaparecer ou transformar-se, mas se a problemática que está na sua origem se mantiver, poderá levar ao surgimento de sintomas substitutivos e expressos de outras formas.

 

O que pode esperar com a realização de psicoterapia?

É expectável que ocorram mudanças nos sintomas e em situações concretas de vida da pessoa, com o aumento do seu auto-conhecimento que é um dos objectivos terapêuticos. Através do auto-conhecimento que a pessoa vai adquirindo no decorrer do processo psicoterapêutico, é expectável uma alteração na sua forma de pensar, em que olhará para si e para os outros com uma nova perspectiva. Esta nova forma de pensar potenciará mudanças e comportamentos mais construtivos.

Em acordo com as singularidades de cada um, verificar-se-ão diferenças na aquisição de uma maior flexibilidade e capacidade de gerir o stress, mais confiança nas suas competências, melhorias na auto-estima e aceitação das suas características. Sentirá uma diminuição dos sintomas depressivos, menos ansiedade, menos irritabilidade e um estado geral de maior alivio e bem-estar. Melhorias na relação com os outros em geral, melhorias na relação com familiares e melhorias na relação com o companheiro. É expectável também, mudanças nos sintomas físicos, com diminuição de cansaço e dores de cabeça, por exemplo. E mudanças em situações concretas de vida, como voltar a estudar, tirar a carta, conseguir conduzir sozinho, conseguir sair de casa.

Onde intervém?

  • Depressão;

  • Sintomas Físicos associados a mal estar-psicológico;

  • Problemas de Sono;

  • Ataques de Pânico / Ansiedade Generalizada;

  • Alterações do Comportamento Alimentar: Anorexia; Bulimia; Obesidade;

  • Perturbações do Espectro do Autismo;

  • Perturbação de Hiperactividade com Défice de Atenção;

  • Comportamentos Disruptivos / Autoagressões;

  • Comportamentos de Oposição e Desafio;

  • Enurese / Encoprese;

  • Mutismo Selectivo;

  • Dificuldades de Aprendizagem;

  • Gravidez e Parentalidade

  • Divórcio: apoio aos pais na parentalidade e/ou apoio aos filhos na adaptação á nova situação

  • de vida.

Ficou com dúvidas?

Pretende agendar uma consulta?