Buscar
  • Destrava Línguas

Pode a audição comprometer o desenvolvimento da fala?

Imagine que o seu filho é cego: como lhe vai explicar o que é a cor amarela (se ele nunca a viu)? E se for surdo*: como lhe explica o som de uma palavra (se ele não a consegue ouvir correctamente)?

A linguagem é desenvolvida através da exposição a sons e para desenvolver a fala, o seu filho tem de conseguir ouvir os outros e a si próprio.

É essencial uma audição normal para conseguir igualmente expressar uma linguagem oral corretamente. É por meio da audição que conseguimos compreender a linguagem oral, formar conceitos e inter-relacioná-los, expressando-os através da fala.


Assim se compreende a importância da audição para a aquisição e desenvolvimento da linguagem, sendo que qualquer limitação auditiva interfere na comunicação oral como um todo.


Este desenvolvimento ocorre desde o nascimento até aos 5 anos de idade, ainda que após esta idade haja aperfeiçoamento destas capacidades. Quanto mais precoce e mais marcada for a perda auditiva, maior será o impacto na aquisição e desenvolvimento da linguagem.



Torna-se, portanto, evidente, que o atraso da linguagem oral do seu filho pode dever-se a uma perda auditiva.


O início, a detecção precoce e a adequação individual do processo de correcção da surdez são fulcrais para o bom resultado em termos escolares, na interacção social e até no desenvolvimento emocional.


O início da avaliação da criança passa pela observação em consulta de Otorrinolaringologia. Posteriormente, a detecção da surdez é feita através de exames auditivos, como a audiometria, os potenciais evocados auditivos do tronco cerebral ou as otoemissões acústicas. Todos estes exames são indolores, não envolvem riscos e podem ser aplicados a todas as crianças, independentemente da idade (naturalmente, a escolha do exame depende do nível de desenvolvimento neuropsicomotor da criança).

A partir do momento em que é detectada e caracterizada a surdez, existem diversas opções de tratamento, consoante o tipo e gravidade.

Praticamente todas as causas de perda auditiva têm tratamento!

Se o seu filho tem um atraso da linguagem, então não espere para perceber se vai melhorar com o tempo, sem qualquer tipo de intervenção. Certifique-se que ele tem uma audição normal. Se tiver: excelente! Se não tiver: o Otorrinolaringologista pode ajudá-lo a ouvir melhor.

Lembre-se também que a Terapia da Fala é tão mais eficaz quanto melhor for a audição.


A surdez é o maior dos infortúnios, a perda do mais vital dos estímulos: o som da voz que nos traz a linguagem, desencadeia-nos os pensamentos e mantém-nos na companhia intelectual das pessoas.

Hellen Keller

(escritora cega e surda que viveu no início do séc. XX)



*Por surdez entende-se perda auditiva, seja ela parcial ou total.


Rudolfo Montemor

Médico Otorrinolaringologista no Hospital Lusíadas Lisboa

0 visualização

CONTACTOS

Tel: (+351) 918 483 143

E-mail: destravalinguas.saude@gmail.com

HORÁRIOS 

Segunda a Sexta: 09:00 – 20:00

​Sábado: 09:00 - 18:00

Lisboa | Campo Grande

Oeiras | Queluz de Baixo

 REDES SOCIAIS

  • Facebook

DestravaLinguas.saude/

  • Instagram

destrava_linguas_terapiadafala/

© 2019 por Destrava Línguas, Lda